Palmares, 16 de abril de 2024

Igreja promove a inclusão social de famílias em Pernambuco

14 de janeiro de 2021   .    Visualizações: 370   .    Notícias da Igreja

Terrenos ociosos ganharam hortas e se tornaram quintais agrícolas com a produção de alimentos orgânicos beneficiando, diretamente, pelo menos 30 famílias das cidades de Palmares e Água Preta, na zona da mata sul de Pernambuco. A ação é fruto do projeto “Mudanças climáticas e o cuidado com a Casa Comum” desenvolvido pela Cáritas Brasileira Regional Nordeste 2, organismo vinculado à CNBB NE2.

Enquanto os jovens e adultos, a maioria trabalhadores da monocultura da cana-de-açúcar, aprendiam a cultivar outros alimentos e a fazer o reúso de materiais recicláveis, as crianças e os adolescentes receberam reforço escolar e aulas de teclado e violão. Ao todo, 60 meninos e meninas foram contemplados com a iniciativa que teve o apoio da Diocese de Palmares (PE) e da Diocese de Vicenza, na Itália.

As aulas e as oficinas ocorreram no último trimestre de 2020 e beneficiou indiretamente 800 famílias da região. “Participar do projeto de reforço escolar e de música foi muito bom e proveitoso, nesse momento de pandemia esse projeto nos ajudou e incentivou bastante”, afirma a beneficiária da iniciativa, Maria Rebeca.

Para o coordenador das Pastorais Sociais da Diocese de Palmares, padre Agivaldo Lessa Leão, o projeto “Mudanças climáticas e o cuidado com a Casa Comum” promoveu a inclusão no momento difícil da pandemia de coronavírus. “Só temos a agradecer pela vinda do projeto. Ele trouxe às crianças a possibilidade de poder participar dessa escola de música e também deste reforço, ajudando a tirá-las da ociosidade”, comemora.

“As ações desenvolvidas no projeto têm sido uma experiência concreta no cuidado com a casa comum, através das atividades realizadas temos percebido novas perspectivas para crianças, adolescentes e jovens, esperamos que ações como essas motivem os municípios a pensarem e construírem políticas públicas”, declara a secretária regional da Cáritas NE2, Neilda Pereira.

Com informações e fotos da Cáritas Nordeste 2


Fonte: CNBB NE2