Palmares, 28 de maio de 2024

Francisco: a “paz” de alguns corresponde à “guerra” de outros. Esta não é a paz de Cristo

15 de abril de 2020   .    Visualizações: 482   .    Notícias da Igreja

“Aqueles que aprenderam a arte da paz e a exercitam são chamados filhos de Deus, sabem que não há reconciliação sem o dom da vida, e que a paz sempre deve ser buscada”, disse o Papa em sua catequese.

Mariangela Jaguraba – Cidade do Vaticano

A catequese do Papa Francisco, desta quarta-feira (15/04), realizada na Biblioteca Apostólica Vaticana por causa da pandemia de coronavírus, foi dedicada à sétima Bem-aventurança: “Felizes os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus”.

“Para entender essa bem-aventurança, é preciso explicar o significado da palavra “paz”, que pode ser mal entendido ou banalizado”, disse o Pontífice.

Duas ideias de paz

Segundo Francisco, “devemos nos orientar entre duas ideias de paz: a primeira é  bíblica, onde aparece a bela palavra shalòm, que expressa abundância, prosperidade e bem-estar. Quando em hebraico se deseja shalòm, deseja-se uma vida bela, plena e próspera, mas também de acordo com a verdade e a justiça, que serão cumpridas no Messias, príncipe da paz”.

“Depois, há outro sentido, mais difundido, em que a palavra “paz” é entendida como uma espécie de tranquilidade interior. Essa é uma ideia moderna, psicológica e mais subjetiva”, disse o Papa, acrescentando:

Acredita-se que a paz seja calma, harmonia, equilíbrio interior. Esse significado da palavra paz é incompleto e não pode ser absoluto, porque a inquietude na vida pode ser um momento importante de crescimento, enquanto pode acontecer que a tranquilidade interior corresponda a uma consciência domesticada e não a uma verdadeira redenção espiritual. Muitas vezes o Senhor deve ser um “sinal de contradição”, abalando as nossas falsas seguranças, para nos levar à salvação.

A paz do Senhor é diferente da paz humana

Francisco recordou que o Senhor entende sua paz como diferente da paz humana, a do mundo, quando diz: «Eu deixo para vocês a paz, eu lhes dou a minha paz. A paz que eu dou para vocês não é a paz que o mundo dá».