Palmares, 22 de julho de 2024

POR QUE FAZER RETIRO?

12 de abril de 2023   .    Visualizações: 900   .    Noticias

Você já esteve em um retiro? A palavra pode lembrar a cela tranquila de um monge ou uma praia ensolarada. Se não, talvez você pense que não tem tempo nem dinheiro para fazer um retiro. Esse tipo de tempo longe pode parecer algo destinado apenas a pessoas religiosas.
Os retiros não são apenas para religiosos, são destinados a todos, mas participar de um nunca foi tão fácil. Um retiro é uma ótima maneira de passar um tempo dedicado “fora” do mundo para redefinir, mesmo durante retiros virtuais na vida cotidiana.

FAZER RETIRO REFRESCA A ALMA
Quer você perceba ou não, sua alma está cansada. A menos que você já viva em um mosteiro tranquilo e enclausurado, é provável que as demandas diárias da vida o desgastem até certo ponto. Você deve ter tempo para atualizar. Afinal, Deus ordenou um dia por semana para descansar – o domingo – porque o descanso é bom para nós.
Pense em todas as nossas distrações diárias, mais do que em qualquer momento da história: nos deslocamos e trabalhamos, somos inundados com notificações, nos voltamos para hábitos tecnológicos irracionais, para preencher nosso tempo, respondemos a mensagens de texto e páginas de redes sociais constantes, cuidamos de nossa família e tentamos ter tempo para nós mesmos. Todas essas atividades se somam ao ruído mental e, às vezes, literal, que afasta a paz interior.
Em um nível básico, o tempo que passamos em retiro cria um espaço de silêncio e refrigério na alma.

RETIRO CRIA SILÊNCIO PARA OUVIR DEUS
O barulho da vida diária também bloqueia a capacidade de ouvir a voz de Deus falando com você.
A oração diária é maravilhosa, e eu a recomendo muito. No entanto, um retiro é ainda mais especial e profundo. O que você não pode realizar em dez minutos de oração, você consegue em um tempo mais profundo e concentrado durante um retiro. Você pode alcançar um nível diferente de profundidade em suas conversas com Deus.

RETIRO CRIA EXPOSIÇÃO A NOVAS FORMAS DE ORAÇÃO E MEDITAÇÃO
Além da tranquilidade e paz interior do retiro, você também está se tornando espiritualmente edificado por meio da exposição a novas formas de oração, filosofia espiritual ou teologia.
No retiro, você tem tempo, espaço e permissão para ir fundo: para refletir e olhar para dentro. Você também está aprendendo e adquirindo novas práticas espirituais para levar consigo no futuro.

RETIRO É PARA TODOS
Você pode estar pensando – eu tenho muitas responsabilidades, trabalhos e atividades não consigo apenas parar e ir embora! Portanto, planeje com antecedência; a maioria dos centros, paróquias e programas de retiro disponibilizam seus horários com meses de antecedência. Organize suas tarefas, o trabalho e o que mais você precisar para garantir que você possa passar o tempo sem ser interrompido. Pense neste momento como faria com qualquer reunião importante em sua vida, e não como uma indulgência ou algo egoísta. O que poderia ser mais importante do que sintonizar sua vida espiritual?

QUE TIPOS DE RETIRO EXISTEM?
Há um tipo de retiro para todos: para casais, para quem está em discernimento vocacional, para mulheres e para homens, aqueles pensados em torno de uma determinada forma de oração ou dos escritos de um determinado santo.
Há também retiros presenciais de duração variável, como os realizados fora do local em um centro de retiros e os realizados online por vários dias na vida diária.
Escolha qualquer versão que funcione para você. Mesmo que um retiro seja virtual, você pode tratar esse tempo como se fosse separado e diferente do seu dia a dia.
Verifique se sua diocese, paróquia ou comunidade de vida patrocina eventos de retiro. Se você está preocupado com o custo, a diocese as paróquias geralmente oferecem ajuda para os necessitados.

O RETIRO VALE O TEMPO E O ESFORÇO
Sabemos que é difícil para a maioria das pessoas, especialmente os leigos com empregos, se separar do mundo. O acesso constante a notícias, mídias sociais e outras formas de comunicação torna quase impossível ter uma delineação clara entre trabalho e vida pessoal (especialmente espiritual).
Fazer um esforço para se separar do mundo torna o retiro ainda mais valioso. Você está voltando ao básico e dando um passo ativo para priorizar seu relacionamento com Deus e consigo mesmo.
Lembre-se de estar aberto ao que Deus lhe mostrar quando estiver em retiro. Você pode pensar que está indo para lá por um motivo – talvez para trabalhar em oração através de um apego mundano ou um bloqueio em sua vida espiritual – e descobrir que Ele tem um motivo totalmente diferente para chamá-lo.
Lembre-se também de que seu anjo da guarda está com você. Claro, Jesus, Maria e quaisquer santos que você invocar para ajudá-lo em seu tempo de oração também o acompanham.

*Pe. João Paulo Gomes Galindo

Foto ilustrativa: doidam10 by Getty Images

VEJA TAMBÉM