Palmares, 19 de abril de 2024

Um coração para conhecer-Te

15 de fevereiro de 2020   .    Visualizações: 452   .    Palavra do Bispo

“Que é necessário fazer para ser salvo?” – perguntou um monge.

E o ancião respondeu: “Tem um coração e serás salvo!”

O coração é o homem em suas raízes mais profundas, é aquele núcleo da personalidade, a sede dos pensamentos, da consciência, dos afetos mais profundos, ali, onde se pode dizer “eu” e “sim”, porém também dizer “tu”.

O coração é aquele lugar onde o homem desarticulado e dividido pode, por fim, habitar consigo mesmo, reconhecer-se, reconhecer o Senhor, os irmãos e orar de verdade: “Volta ao teu coração; observa o que sentes, e verás que és imagem de Deus”, dizia Santo Agostinho.

O primeiro passo para caminhar para Deus é conhecer-se, reconhecendo que temos um coração doente: dúbio, dividido, múltiplo, petrificado, necessitado de ser unificado na paz e na lembrança do Senhor, que o encherá de ternura e quebrá-lo-á com o arrependimento até que se converta num coração de carne, trabalhado pela Palavra de Deus, regado e semeado pelo Seus Espírito dado continuamente nos sacramentos da Igreja.

É necessário rezar como o Salmista: “Ensina-me Teus caminhos, Senhor, e caminharei segundo a Tua verdade; unifica meu coração para temer o Teu Nome. Eu Te agradeço de todo o coração, Senhor meu Deus, vou dar glória ao Teu Nome para sempre” (Sl 85,11s). Só um coração unificado no caminho do Senhor pode temê-Lo, isto é, amá-Lo de verdade, com delicadeza, humildade, reverência, fazendo da vida um louvor de glória para o Senhor.

Então, sim, de um coração assim, brotarão também a paz e o bom odor de Cristo (cf.2Cor 2,15), que o homem redimido pelo Cristo, transfigurado pelo Seu Espírito e renovado à Sua imagem bendita, levará aos seus irmãos!

Dom Henrique Soares da Costa
Bispo de Palmares


Fonte: Visão Cristã