Palmares, 31 de outubro de 2020

Como se organizam os 3 ciclos do Ano Litúrgico: A, B e C

20 de fevereiro de 2020   .    Visualizações: 250   .    Formação

Redação da Aleteia | Fev 19, 2020

Terminamos há pouco tempo o ciclo C e apenas começamos, no Advento passado, o ciclo A, mas por quê?.

O ano litúrgico cristão passa por três ciclos, também chamados de anos A, B e C.

Cada ciclo tem sua própria sequência de leituras do Antigo e do Novo Testamento na liturgia da Igreja, de modo que a distribuição de textos bíblicos ao longo de três anos oferece aos fiéis uma visão integral de toda a história da salvação.

A Constituição do Sacrosanctum Concilium nos pede:

Prepare-se para os fiéis, com maior abundância, a mesa da Palavra de Deus: abram-se mais largamente os tesouros da Bíblia, de modo que, dentro de um período de tempo estabelecido, sejam lidas ao povo as partes mais importantes da Sagrada Escritura

Para esse fim, o rito romano organiza as leituras bíblicas da celebração eucarística que serão concluídas a cada três anos:

No ano “A”, a leitura principal (Evangelho) segue o Evangelho de São Mateus;
No ano “B”, o Evangelho de São Marcos;
No ano “C”, o Evangelho de São Lucas.

Como saber se o atual ciclo litúrgico é A, B ou C?
Basta adicionar os dígitos do ano.

A referência é o ciclo C, que se aplica a anos cuja soma dos dígitos é divisível por 3.

2019, por exemplo: 2 + 0 + 1 + 9 = 12. Como 12 é divisível por 3, este é um ano do ciclo C.

Os dígitos do ano 2020 somam 4, ou seja, 3 + 1. Portanto, o ciclo imediatamente após a aplicação de C, que é o retorno ao ciclo A. Da mesma forma, a soma dos dígitos de 2021 é 5 ou 3 + 2. Em seguida, aplica-se o ciclo B. E 2022 retorna o ciclo C novamente porque a soma de seus dígitos é 6, que é um múltiplo de 3. E assim por diante.

É como se o ciclo tivesse começado no primeiro ano da contagem cristã: o primeiro ano teria sido o ciclo A; ano 2, ciclo B; ano 3, ciclo C; e anos 6, 9, 12, 15… novamente o ciclo C.

MAS ATENÇÃO: cada ciclo começa com seu ano litúrgico, ou seja, a partir da primeira semana do Advento.

Isso significa que, liturgicamente, o ciclo de 2020 começou já em 2019, no primeiro domingo do Advento, que foi em 1º de dezembro de 2019. Não precisamos esperar até 1º de janeiro de 2020 para entrar no ciclo A, pois o ponto de partida não se baseia no ano civil, mas, obviamente, no calendário litúrgico da Igreja.


Fonte: Aleteia
Foto:  MoiraM I Shutterstock

FacebookWhatsAppTwitter